LOGOMARCA PRÊMIOS ATITUDE SUSTENTÁVEL CO

Finalistas

Empresa Sustentável

 

REDE D´OR SÃO LUIZ

Para a maior empresa de hospitais privados do país, o assunto COVID-19 já era prioridade máxima antes do início da pandemia. A equipe iniciava a mobilização de esforços para preparar suas 50 unidades hospitalares bem como seus funcionários no combate ao vírus. Da mesma forma, traçava planos de responsabilidade social, que resultariam em forte apoio ao SUS nos meses seguintes, proporcionando doações que chegam a R$ 235 milhões até o momento.

 

Em cada um de seus hospitais tradicionais, para fazer frente à pandemia, fluxos de atendimento e processos administrativos foram reorganizados. Da mesma forma, organizou-se a compra de equipamentos de proteção individual, medicamentos e diferentes insumos necessários. O complexo planejamento também acendeu um alerta: a COVID-19 teria forte impacto no sistema público, que costumeiramente enfrenta escassez de recursos.

 

“Decidimos que não seria suficiente trabalhar só para dentro. Buscamos autoridades nos estados e o Ministério da Saúde para fazer nossa parte. Criamos um projeto que oferece mais de 1127 leitos novos para atendimento aos pacientes do SUS e de forma gratuita em todo o Brasil. Mas avaliamos que o Rio de Janeiro precisaria de uma ação robusta”, explica Leandro Reis Tavares, vice-presidente da Rede D’Or São Luiz.

 

A maior parte desses 1127 leitos, que permanecerão como legado, foram instalados em instituições filantrópicas ou hospitais públicos em estados onde a rede tem unidades. Exemplos disso são a Santa Casa de Misericórdia, em São Paulo, e as instituições Hospital da Providência de Deus e Hospital Universitário do Fundão, no Rio de Janeiro.

 

No Rio de Janeiro, são dois hospitais de campanha, que a Rede D’Or lidera a construção e operação. Um deles na autoestrada Lagoa-Barra, com 200 leitos, sendo 100 de UTI. O hospital ficará localizado no terreno ao lado do 23º Batalhão da Polícia Militar, perto do Hospital Miguel Couto.

 

Já o hospital de campanha no Parque dos Atletas, em Jacarepaguá/Barra da Tijuca, também terá 200 leitos, sendo 150 de internação e 50 de UTI.

Para o Hospital São Francisco da Ordem Terceira da Penitência, a Rede D’Or apoiará a abertura de 80 leitos, sendo 28 de UTI , em parceria com a United Health Group Brasil e a Rede Ímpar.

Ainda no Rio de Janeiro, a Rede D’Or doou 15 ventiladores mecânicos (respiradores) para a Prefeitura do Rio de Janeiro abrir o CTI do Hospital Ronaldo Gazolla e 50 camas para o hospital de campanha do Rio Centro.

 

Para Mais informações:  https://www.rededorsaoluiz.com.br/noticias/artigo/acoes-rede-dor-sao-luiz-na-pandemia-de-covid-19

EMPRESA SUSTENTÁVEL.png

AÇÃO DA CIDADANIA

PROJETO NATAL SEM FOME

Fundada pelo sociólogo Herbert de Souza, o Betinho, a Ação da Cidadania nasceu em 1993, formando uma imensa rede de mobilização de alcance nacional para ajudar 32 milhões de brasileiros que, segundo dados do Ipea, estavam abaixo da linha da pobreza. Criada no auge do Movimento pela Ética na Política, a Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida se transformou no movimento social mais reconhecido do Brasil. Seu principal eixo de atuação é uma extensa rede de mobilização formada por comitês locais da sociedade civil organizada, em sua maioria compostos por lideranças comunitárias, mas com participação de todos os setores sociais.

 

Atuação em diversos projetos sociais nas áreas da CIDADANIA, CULTURA, EMPREENDEDORISMO, FORMAÇÃO E SEGURANÇA ALIMENTAR.

 

Para Mais informações: https://www.acaodacidadania.org.br/

AMBEV

DOAÇÃO DE ÁLCOOL GEL PARA A COVID-19

 

Com o avanço de casos de contaminação pelo novo coronavírus no Brasil, a Companhia de Bebidas das Américas (Ambev) está produzindo álcool em gel para distribuir mais de 500 mil garrafas aos hospitais públicos municipais das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, cidades onde se concentram a maioria dos casos da doença até o momento. 

 

A Ambev também fará a logística para entrega do álcool em gel. Serão entregues 5 mil unidades em cada hospital público dessas capitais.  A demanda pelo álcool superou as expectativas de produção no início da pandemia e passamos pela sua escassez nos primeiros meses do ano. Considerando que uma das restrições para a sua reposição é a embalagem para envase, a Ambev disponibilizará o álcool em gel em garrafas PET como as utilizadas para suas bebidas, que hoje não estão em falta. A empresa vai utilizar as linhas de sua cervejaria em Piraí, no Rio de Janeiro, para a produção do álcool em gel.

 

Para Mais informações: https://www.ambev.com.br/juntosadistancia/